308 805 709

0 artigos

Tradições de Natal e de Noite de Ano Novo

Imprimir

 Tradições de Natal e de Noite de Ano Novo

Descubra as mais curiosas e a sua origem

O Natal e a chegada do ano novo, estão cheios de tradições que mudam de país para país, acompanhados das suas histórias curiosas…

Quer explicar aos seus filhos porque é que se costuma deixar os sapatos junto à chaminé na noite de Natal?

Diz a lenda, que esta tradição vem da Holanda, onde as famílias mais humildes educavam os mais pequenos a cuidar dos sapatos durante todo o ano, para que no Natal, pudessem mostrar como se mantinham perfeitos. Em troca, as crianças recebiam um presente de Natal.

Por outro lado existe outra lenda em que o São Nicolau, mais conhecido por Pai Natal, teve conhecimento de que três raparigas muito pobres não se podiam casar porque não tinham dinheiro. Então, São Nicolau, comovido, durante a noite, para não ser visto, atirou moedas de ouro pela chaminé, as quais foram cair dentro das meias que nela estavam a secar, junto ao fogo.

Por esse motivo surgiu a tradição de se colocar uma meia ou um sapato na chaminé, para que na manhã do dia de Natal neles fossem encontrados presentes.

Esta tradição é também muito útil pois permite saber onde estão os presentes de cada membro da família. E se são sapatos para crianças da Pisamonas, ficarão cheios de presentes! 

A Ceia de Natal mais tradicional é a que tem como prato principal o bacalhau cozido com batatas e verduras, tudo bem regado com azeite. No norte do país, o polvo assado é o prato de eleição. No final da refeição não faltam os doces de Natal, como as rabanadas, as filhoses, os sonhos, as broas e claro, o bolo-rei. 

Independentemente do modo como é vivido o Natal, a tradição mais importante desta noite e do dia 25 é estar junto da família.

A noite de ano novo é a noite das tradições e superstições: comer passas e pedir desejos, usar roupa interior azul, ter dinheiro no bolso, mergulhar no mar frio do dia 1 de Janeiro… todos se preparam para receber o ano novo e atrair boa sorte.

Em Portugal, comemos as 12 passas ao som das 12 badaladas antes da meia-noite e cada uma por um desejo. A origem deste costume remonta a 1909, quando ouve um excedente de colheita e se aproveitaram as uvas, comendo-as na última noite do ano… a superstição diz que se tem que acabar as badaladas sem nenhuma uva no prato.

Para dar mais sorte, devemos comer as 12 passas em cima de uma cadeira (tradição com origem na Dinamarca), com uma nota no bolso ou no sapato e logo de seguida brindar com champanhe ao ano novo!

Mas a tradição mais romântica é dos Estados Unidos! Se à meia-noite, der um beijo intenso ao seu par, ficarão juntos todo o ano, mas se não o fizer terá 365 longos dias de solidão.

A Itália tem as suas famosas lentilhas que cada vez mais se instalam noutros países. Contam que os romanos, como ritual, ofereciam lentilhas no início do ano para que se transformassem em moedas de ouro e a sua economia crescesse. Hoje em dia, no jantar da passagem de ano dos italianos tem que haver um prato de lentilhas e quantas mais se comerem, mais poder económico se conseguirá nesse ano.

Para terminar e ainda que longe da nossa cultura, é tradição nas Filipinas usar qualquer peça de roupa às bolinhas. Por serem associadas às moedas, as bolinhas são um símbolo de riqueza.

Independentemente das tradições ou dos rituais que adopte, desde a Pisamonas desejamos-lhe um excelente Natal e um ano de 2016 cheio de felicidade!

Posted in: Notícias PT Tags: Nataltradicões
Partilhe