308 805 709

0 artigos

Tudo o que precisa saber sobre a dermatite atópica

Imprimir
By Pisamonas 12 de Abril de 2018

Dermatite atopica criançasO que é a dermatite?

A dermatite atópica é uma doença crónica e autoimune que se caracteriza pela secura da pele, avermelhamento e inflamação em determinadas zonas e forte comichão. Esta comichão é tão intensa que provoca que os pequeninos se cocem intensamente nas zonas afectadas, dado origem ao aparecimento de crostas. Provocam mau estar às crianças, sobretudo aos mais pequenos que só se podem manifestar através do choro.

Normalmente, as zonas mais afectadas por esta enfermidade são a cara, o pescoço e todos as dobras do corpo: parte traseira dos joelhos, interior dos cotovelos, axilas, ...

Quais são as causas?

Como referimos, a dermatite atópica é uma doença que é provocada por nenhum agente externo, é autoimune. Não há nada que possa fazer para evitar o seu surgimento. Há ambientes que favorecem a aparição desta irritação, mas o próprio corpo é afinal o “responsável” desta doença.

Os remédios e tratamentos existente ajudam a atenuar e aliviar as consequências, mas em nenhum caso atacam a causa desta doença.   

Quando é que aparece?

A dermatite atópica atinge cerca de 20% das crianças. A maioria dos pacientes que apresentam esta enfermidade começam a desenvolvê-la nas primeiras semanas de vida e, em cerca de 50% dos casos há antecedentes familiares.

Tal como referimos, é uma doença que aparece sem nenhuma causa, mas também desaparece sem qualquer motivo. Temos uma boa notícia: quase 50% dos casos curam-se antes do final da adolescência, pelo que se considera uma doença vinculada à infância. 

Como prevenir o surgimento dos eczemas?

É verdade, como já lhe dissemos neste artigo, que a dermatite atópica é uma doença que aparece e desaparece de forma espontânea. O seu filho pode sofrer de eczemas numa semana e não voltar a sofrer mais durante anos. No entanto, muitos estudos estão de acordo em que há ambientes e alguns cuidados a ter que fazem com que possamos minimizar o surgimento dos eczemas: 

  1. Mantenha uma temperatura constante em casa e não agasalhe demasiado o seu filho. As mudanças bruscas de temperatura e a transpiração excessiva favorecem o aparecimento de eczemas. É preferível manter a casa a uma temperatura estável à volta dos 20ºC, tanto no Inverno, como no Verão.
  2. Controle a humidade. A secura excessiva e os aquecimentos de ar quente agravam seriamente esta enfermidade. Se a sua casa tem um ambiente demasiado seco, pode usar um humidificador ou colocar várias plantas para aumentar a humidade ambiental. Recorra a remédios caseiros sem químicos, pois trarão maiores benefícios ao seu filho.
  3. O sol é um aliado. Vá passear com o seu filho e expô-lo ao sol (sempre com protecção). O sol seca os eczemas de um modo natural, sem químicos.
  4. Quando mais natural for a roupa que veste ao seu filho, melhor. Fuja de fibras sintéticas, especialmente na roupa interior. A etiqueta 100% algodão será a melhor companheira do seu filho durante toda a infância.
  5. Utilize detergentes hipoalérgicos e, idealmente, sem perfumes e com pouca quantidade de amaciador (se puder prescindir do seu uso, melhor).
  6. Consciencializar o seu pequenino para que não se coce é complicado. Para minimizar as consequências, mantenha-lhe sempre as unhas curtas e as mãos limpas... Isto ajudará a que ele não se magoe tanto.

Como posso ajudar o meu filho?

As crianças que têm dermatite atópica muitas vezes sentem-se desesperadas, especialmente quando são muito pequeninas e não conseguem explicar o que sentem. Tenha muita paciência com o seu filho, ajude-o a pôr os cremes que o vosso dermatologista receitar, hidratante emoliente especial e grandes doses de paciência e carinho.

Tratamento

Temos que diferenciar dois tipos de tratamento: para quando o seu filho tem um eczema e para os períodos de intervalo entre eczemas.

Nos períodos de desaparecimento é muito importante não dar banho à criança todos os dias, para não eliminar em excesso a capa de células de defesa que tem na pele. Quando lhe der banho, utilize géis naturais, sem parabenos, sem perfumes, com água morna e o mais importante: aplique o creme hidratante recomendado pelo pediatra ou dermatologista em todo o corpo, 2 ou 3 vezes por dia. Há uma grande variedade de cremes no mercado, mas será a utilização e a experiência que a farão encontrar o que melhor se adequa à pele do seu filho.

Quando surgirem os eczemas, o tratamento terá que ser o que o dermatologista recomendou. O mais importante é manter uma hidratação adequada e, adicionalmente, em função do tipo de eczema e do critério do médico, o tratamento pode incluir a utilização de fármacos como anti-histamínicos ou corticoides tópicos para aliviar a sintomatologia. Consulte sempre o seu médico para saber qual é o mais conveniente para o seu filho.

Posted in: Notícias PT Tags: conselhos
Partilhe